Newsletter

Desde 2015 envio a newsletter Cadernos de Observação, escrita a partir das anotações que faço durante os processos de criação dos meus trabalhos.

O resultado são e-mails sobre inspiração, criatividade e cultura, com registros sobre leituras diversas, o processo criativo de ideias e dicas de filmes, músicas, livros e mais livros.

O hábito de enviar e-mails, como antes se fazia com cartas, vem ressurgindo, provavelmente como uma reação ao excesso de informação que transborda das redes sociais. Um e-mail te aguarda pacientemente até que você decida lhe dar atenção. Não pode ler agora? Sem problemas, ele te espera voltar depois.

Além disso, sua caixa de mensagens não é afetada por algoritmos que lhe empurram o que acham que você deve consumir. Você não corre o risco de abrir seu e-mail e dar de cara com a propaganda de sapatos. Nem um pule-este-anúncio, ou feche-esta-janela. Nem pessoas aleatórias discutindo nos comentários. No e-mail você decide o que e quando ler. E o melhor de tudo: você pode ter conversas construtivas com outras pessoas, de forma íntima e direta.