Apoie

Relendo a primeira newsletter que enviei este ano fiquei contente por estar conseguindo realizar o que tinha dito que iria fazer, passar menos tempo nas redes sociais e focar mais em projetos que vão além dos 5 segundos de atenção.

De lá pra cá comecei e finalizei a primeira temporada do podcast, fiz um segundo lançamento do livro (dessa vez com as histórias separadamente), escrevi novos textos na newsletter, além de ter feito uma porção de cursos e desenvolvido outros trabalhos paralelos que ainda não posso revelar.

Fiz um diagrama com todos os trabalhos que venho realizando e pude perceber certas coisas:

Meu site é a minha casa, a base dos projetos, funciona como um portfólio, uma galeria onde concentro tudo o que faço.

As redes sociais funcionam como entrada principal de público/leitores. Claro, é onde as pessoas estão consumindo informação e entretenimento.

Percebi que bem mais da metade das coisas que faço são oferecidas de graça. Isso é muito bom porque o dinheiro deixa de ser um intermediário de acesso, o que poderia gerar um empecilho para a maioria das pessoas. Os livros são os únicos produtos que requerem pagamento em dinheiro. Entretanto, os livros não geram receita suficiente para bancar o tempo e dinheiro investidos na criação dos outros projetos.

Existe uma ideia de que o que é compartilhado na internet é gratuito. As pessoas consomem meu conteúdo nas redes sociais e não pagam por ele, mas ele tem um custo pra mim. Aliás, eu não estou ganhando dinheiro mas as plataformas estão faturando com o meu trabalho. Instagram, Google, etc, como sempre as instituições se dando bem em cima da gente.


Cardápio de trabalhos

Newsletter

- Textos sobre arte, criatividade, processos artísticos, com ficção e não ficção.
- Curadoria com conteúdos para ler, ver e ouvir.

Instagram

- Cartuns e crônicas no feed.
- Comentários e indicações de conteúdo nos stories.

Podcast

- Histórias, reflexões, pensamentos sobre coisas que penso, leio, vejo e escuto. O resultado são episódios sobre inspiração, criatividade, cultura e o processo criativo de ideias.

Livros

- Os livros são compilações de tudo o que produzo na internet.
Pessoas Extraordinárias [ficção]
A Desobediência do Escritor [não ficção]
Canibal Vegetariano [cartuns/arte]
Ornitorrinco [não ficção]
Carnavália [ficção]


Pagamento

A princípio não quero cobrar das pessoas para consumir o que faço. Também não quero vender este espaço para publicidade (a tal da publi que dominou o feed).

O que achei honesto fazer neste momento é sugerir uma retribuição. Em dinheiro. Porque ainda não estão aceitando livros na hora de pagar a conta de luz.

Se o trabalho que você vem acompanhando até aqui tem te servido para alguma coisa, se tem sido útil, você se importaria de fazer uma contribuição por ele?


Formas de retribuição

Pagamento mensal
(você pode cancelar quando quiser)

Bolinho com café: R$ 13,00
Meia pizza:
R$ 20,00


Pague quanto quiser
(fique à vontade)

Pix para: falecomgabpardal@gmail.com


A ideia não é ficar rico às suas custas, evidentemente. A sua contribuição influencia no meu processo criativo, me fazendo dedicar ainda mais à esses projetos, me possibilitando ter mais tempo para estudar e produzir.

Isso significa que poderei fazê-los mais e melhor.

Muito obrigado!